Futuro dos Negócios

 
blog-instituto-mudita-futuro-dos-negocios.jpg

Em muitos momentos da nossa vida de empreendedor e empresário nós temos receios se estamos conseguindo acompanhar os movimentos do mercado e do futuro dos negócios.

O texto que se segue neste post foi escrito por dois empreendedores que eu admiro muito e que comprovam que empresas familiares e de médio porte podem e devem se atualizar e acompanhar as tendências do novo mundo.

As palavras em roxo neste texto, sensacional, refletem atitudes que formam as empresas do futuro. Este é um exemplo de empreendedores que estão acompanhando as tendências e se adaptando, ou melhor, abraçando esta nova oportunidade.

Deixando os velhos paradigmas para trás e abrindo a mente, o coração e a vontade para os novos conceitos, olhares, abordagens de se fazer negócios centrados no ser humano.

Como você empreendedor está olhando para este novo mundo?

Luana Pace - Mudita Instituto de Empreendedorismo e Inovação

Por que (r)evolução?

A realidade é que nós temos falado muito sobre EVOLUÇÃO.

Evolução de mercado. Evolução do indivíduo quanto ao ser, existir, COMPARTILHAR e principalmente se doar. Já sabemos que não existe mais espaço para instituições mecânicas, com processos travados e resultados controláveis. Menos ainda, para pessoas mecânicas e pensamentos travados.

Precisamos revolucionar a forma como criamos. Momento de trabalhar com os VALORES de cada indivíduo, estimulando cada um desses valores para algo maior.

A revolução não se faz sozinho.

Nós como indivíduos não evoluímos sozinhos, e consequentemente empresas também não. Este é o momento de CO-CRIAR, é o momento de mostrar aos nosso clientes e stakeholders que a COLABORAÇÃO no desenvolvimento de uma ideia e a utilização de todas as inteligências é fundamental para o bom resultado de qualquer projeto.

É tempo de compartilhar.

Sabemos que o fator tempo é o nosso grande vilão. Embora tenhamos consciência que trabalhar com velocidade é uma premissa básica para o mundo dos negócios: hoje e para o futuro, também sentimos que se tivéssemos algo diferente sendo construído em nosso processo, o fator tempo e superficialidade nas ideais, poderiam ser substituídos se nos entregássemos JUNTOS (como verdadeiros parceiros) de uma forma diferente.

E no fim das contas, dá pra ser diferente. Aliás, se não for diferente nunca iremos evoluir. Não basta apenas a Bueno ser diferente e o cliente ser diferente. Queremos dizer que, se a nossa RELAÇÃO não for diferente, os resultados não mudam... E precisam mudar - por isso estamos aqui. Afinal, acima de tudo, não queremos parar de sonhar, mas ESSE SONHO SÓ FARÁ SENTIDO SE ELE TAMBÉM FOR CONSTRUÍDO COLETIVAMENTE, COLABORATIVAMENTE, EM SINERGIA, COM EMPATIA!

E a Bueno está aqui hoje para apresentar a forma que criamos o nosso laboratório interno. Vamos além de uma empresa de cenografia. Somos um sistema de pesquisas e desenvolvimento E trabalhamos com a mais alta tecnologia: um grupo de inteligências.

Tudo isso sem ser usado por vocês de nada vale. Acreditamos muito nessa forma de trabalhar e gostaríamos que acreditassem também. Usufruam desse ECO SISTEMA para o benefício de vocês.

A cenografia não pode ser somente um conteúdo que caiba numa planilha cartesiana. Tem muito pensamento envolvido. Podemos e devemos CRIAR JUNTOS, A CO-CRIAÇÃO É ESSENCIAL E É UM CAMINHO SEM VOLTA. Vamos usar as pessoas, as inteligências e vivências de cada indivíduo. COMPARTILHAR É A FÓRMULA DO SUCESSO.

Juntos somos muito melhores, borbulhando de ideias. Isso é a Revolução do nosso mercado, feita por cada um de nós, para a evolução do nosso mercado.

E esta foi a nossa inspiração para a mudança da nossa marca. Reforçado pelos conteúdos e conceitos que nos constituem.

Não queremos que essa evolução seja percebida apenas na identidade visual, mas que ela seja sentida e inserida na realidade e desafios de cada um de vocês.

Sejam bem-vindos a nova forma de fazer cenografia:

FAZER JUNTOS


Leila Malvezzi Bueno
Ricardo de Oliveira Bueno
Bueno Arquitetura Cenográfica